Quem inventou a distância nunca sofreu a dor de uma saudade.

Depois de ler os textos de "DiannaSousa" atrevi-me a postar um dos que mais me fascinou...ela retrata os sentimentos de uma forma profunda. Talvez o verdadeiro amor exista mesmo...mesmo que à distância.

Não sei o que fazer, é uma pressão enorme no meu peito...ter vontade de gritar e não conseguir, ter vontade de fugir para longe daqui, ter vontade de te abraçar, te beijar e dizer-te bem baixo ao ouvido "estou aqui"...mas não passam de vontades! Quando me deito penso em ti, acho que é isso que me faz sonhar todas as noites...contigo, connosco. Nunca falei tão a sério de uma coisa tão forte que sinto no peito, é o limite do sofrimento, é matar-me aos poucos por dentro, uma dor lenta, mas forte...que dura e dura e magoa. Ela não sabe o meu nome, mas eu sei o dela, chama-se saudade...habita no peito de muita gente, chega a sufocar. Quantas vezes eu passei a mão numa fotografia tua... acho que dentro de mim?se sente a esperança que sintas o meu toque... passam dias, horas, meses sem te ver...sem te abraçar, embalar, beijar...sentir o teu toque no meu rosto e ouvir o teu perguntar ao meu ouvido "amas-me"?? porque nada me arrepia tanto, quanto o teu respirar no meu pescoço , e a distância, rouba-me a capacidade de citar "estou sempre do teu lado", porque não estou. é disto que vive a saudade... do sofrimento alheio, do sufoco. Ja adormeci a chorar por ti, já sorri a pensar em ti, já lutei por nós, já te disse que fugia para estar perto, que te amaria para sempre, que gostaria de estar do teu lado, que deixaria tudo para trás, que só te quero a ti, que não vivo sem nós, que és tudo o que me move mas PORRA! afasta esta distância, este silêncio, esta solidão. Não faças o que os outros te dizem para fazer, arrisca, por mim, por ti, por nós. Se eu ficar mais fria com esta distância não aches estranho, estou a sofrer, sem ti... Pensa, não há saudade que destrua um verdadeiro amor, e com tudo o que vivi até hoje? já me queimei com quem mais amava por ser tão fiel, já caí por levantar alguém. já chorei para satisfazer alguém. A saudade não mata, torna-nos mais fortes, mas mesmo assim?conto os segundos para te ver, para ver esse sorriso, porque não há quem te ame tanto quanto eu, não quem sonhe tantas vezes contigo como eu, não há quem pense em ti quanto eu, não há ninguém quem possa dizer que eu não te amo. Vou estar sempre que puder do teu lado, nada me vai separar de ti. É impossível não pensar em ti, impossível não olhar para uma foto tua e dizer, fonix "tens o sorriso mais lindo do mundo"...tens mesmo! Para mim és das pessoas mais perfeitas que encontrei em toda a vida. Como tu nunca ninguém me tocou, nunca ninguém me olhou e ninguém sabe acariciar-me do jeito que tu sabes...como tu não existe ninguémm, como nós não existe ninguém... Quanto mais te vejo, mais te amo...é impressionante não é? Sabes que estou disposta a dar-te o mundo, mas se não é o mundo que tu queres deixa-me ir... É fantástica a maneira como me fascinas, foi incrível este último ano sem dúvida...eu daria tudo por ti...e tu???

Tenho saudades...

E porque sei que foi apenas uma vírgula...mas também não será um ponto final, o verdadeiro AMOR não tem finais...

Tenho saudades tuas...Saudades dos nossos bons e até dos maus momentos... Saudades das nossas conversas sem pé nem cabeça, Saudades de quando discutiamos... Tenho saudade das nossas aventuras...Saudades da nossa vida, que não era de todo parecida... Saudades de quando me fazias rir com o teu jeito parvo e até de quando me olhavas com cara de ódio por estar a gozar contigo (porque sei como te irritava).

Saudades do nosso amor intenso, único e verdadeiro...Saudades das nossas manhãs, tardes e noites...

Tenho saudades de me irritar contigo por ciúmes e de tu te irritares comigo por eu ser tão ciumenta...

Saudades dos teus medos e da maneira como te acalmava...saudades das tuas fraquezas, que me dava força para ser forte e ajudar-te...

Saudades do nosso primeiro beijo e do último...

Saudades da nossa vida culturalmente oposta...Tenho saudades de quando dizias "eu amo-te", de quando dizias "estou aqui", deixando o meu coração a 1000...

Tenho saudades dos nomes que inventavamos, dos planos que faziamos, das nossas aventuras...

Os nossos telefonemas matinais, tardais e noitais (ihihihihihih)...as palavras doces, meigas e até mesmo das duras...

Saudades das minhas mãos nas tuas, da minha boca na tua...saudades dos meus braços à procura dos teus e dos teus braços à procura dos meus (sim, porque eram abraços intensos...)...

Saudades dos nossos presentes no natal, no aniversário e até mesmo porque pronto...MIMO!

Tenho saudades da tua vontade e capacidade de me surpreender...

Tenho saudades de ti ao meu lado, saudades da tua presença, do teu perfume...

Saudades da nossa dependência um do outro, da nossa forma de esquecer o mundo quando estavamos juntos...

Tenho saudades de ser tua, de tu seres meu, só meu! De te pertencer inteiramente, fazendo parte da tua vida, do teu dia a dia ...

Tenho saudades de te contar os meu segredos e saber os teus...

Saudades de ouvir a nossa música...juntos!

Tenho saudades daquele 4ever...saudades da tua confiança em mim, da tua inteligência, do teu talento. Saudades de quando estavas comigo e eu contigo.

Saudades de ti.

Como diz o ditado "o amor verdadeiro nunca têm final feliz. Porque o verdadeiro amor nunca acaba"...e a "distância faz aquilo que o vento faz ao fogo, apaga o pequeno e inflama o grande."

Frikis - Editado el 25/02/2013